Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Joana Cristina Pinto

Joana Cristina Pinto

31
Mai21

Vamos falar de Junho - mensagem do mês

Joana Cristina Pinto

junho.jpg

E assim chegamos a Junho.

O tempo esta a passar e você o que esta a fazer? Em que está focado?

 

Ora bem, Junho vai ser um mês de grandes picos energéticos – altos e baixos, e pede uma grande capacidade de equilíbrio e harmonia.

Quem não souber se adaptar vai sofrer.

 

Não será um mês difícil mas também não são de esperar facilidades, pois tudo o que desbloqueia rapidamente pode encontrar um novo obstáculo.

Isto não é necessariamente mau - a questão é: como se comporta perante desafios ou dificuldades?

 

Qual a sua postura perante a vida?

 

O mês também pedirá de si uma grande elasticidade e perspicácia para perceber qual deve a sua postura.

Pois haverá altura em que terá que acalmar e tentar remendar problemas, outras em que terá que controlar todos os processos e actuar de forma conservadora e outras em que terá que romper com tudo e inovar.

 

Será preciso ter muito cuidado para não confundir os momentos e não estar a gastar energia em processos que deveriam ser deixados quietos.

 

Palavras do mês: elasticidade e perspicácia.

 

Deve, igualmente, ter cuidado com a forma como comunica os seus sentimentos pois podem ser mal interpretados. Opte sempre por uma postura serena, positiva e por uma comunicação estruturada e bem pensada.

 

Não insista em situações que somente pesam.

Não tente mais nenhuma vez se anteriormente não teve resultados.

Não carregue pesos que não são seus.

E não carregue os outros com os seus problemas.

 

Viva e deixe viver.

 

Acalme o seu coração pois o mês poderá se tornar denso. Procure actividades que lhe tragam relaxamento e bem-estar. Se possível inicie uma rotina de meditação regular.

 

Apesar de tudo este também será um mês de colheitas para muitos onde poderão finalmente usufruir daquilo que tanto sonharam. 

Celebre as coisas boas que estes dias lhe vão trazer. Não se negue a sentir as coisas boas.

 

Muitas peças do puzzle podem agora aparecer (atenção que estas podem não ser aquelas que queria, mas não tenha dúvida que são as certas.) e muitos poblemas podem encontrar um fim. 

Procure aceitar o que é e desapegar daquilo que acha que devia ser.

 

Serene.

Viva.

Fique.

Ria.

Controle.

Desapegue.

Equilibre.

Colha.

Sinta.

Perdoe.

Partilhe.

 

Não será fácil, é certo, mas valerá a pena.

Joana Cristina Pinto

26
Mai21

Super Lua Cheia com Eclipse Lunar - 26 de Maio 2021

Joana Cristina Pinto

lunar-eclipse-962804_1920.jpg

Hoje, 26 de Maio, temos uma super lua cheia em sagitário com eclipse lunar (este último não será visível em portugal). Como tudo isto não fosse suficiente a lua também é considerada sangrenta ( Blood moon) por ter um tom alaranjado.

Como seria de esperar toda esta conjuntura é intensa, pelo que é importante explorar a energia e mensagens para hoje e para o ciclo que hoje se abre. 

***

As mensagens para esta conjuntura são muito interessantes, pois passam sobretudo pela criação e aceitação / compreensão dos processos da vida, da sua vida.

Vivemos tempos estranhos e é preciso algum esforço e alguma flexibilidade mental e emocional para conseguimos nos encaixar nesta nova realidade.

Esta realidade não é a melhor para nós, mas também devemos ter a certeza que somente cabe a nós a mudar.

***

Assuma as suas responsabilidades e embrenhe-se totalmente naquilo que é a sua vida. Conheça os processos de tudo o que se passa na sua vida. Não tem que gostar do que se passa, e muito provavelmente não gostará e quererá mudar. Mas antes de o fazer tem que compreender. Tem que conhecer. Somente conhecendo os processos tem conhecimento para mudar.

Fique em paz com a sua vida antes de mudar.

 

É essencial que perceba a importância de fechar processos, não deixando pontas soltas que o possam prender a situações ou pessoas. Isto não quer dizer que tenha que ficar em sítios que lhe trazem dor, não tem, tem sim que fechar o ciclo, esgotar as energias, aprender, ficar em paz.

 

Esta energia pede cuidado (que cuide) para consigo, com os outros e com o planeta. Cuida da sua casa? Por que não cuida melhor do seu corpo? E do planeta? É altura de abrirmos os olhos para o que se passa a nossa volta e termos consciência do impacto que temos nos outros e no ambiente.

 

Porém não resista às mudanças, deixe que elas aconteçam no ritmo que têm que acontecer.

Mova-se.

Viaje.

Mude.

Transmute.

Faça diferente.

 

P.S. - E se tudo aquilo que faz pelos outros lhe traz dor e lhe pede sacríficos que o levam a se negar, é tempo de repensar a sua posição.

 

Tão importante quanto perceber o que É, é criar uma nova realidade.

Estamos sempre a criar ou co-criar. Nunca existe estagnação total.

 

Por que razão se sente intimidado com a escuridão, se é ai que todas as cores e possibilidades residem?

 

Mesmo que nada tenha tudo é possível, pois para criar não são necessários grandes recursos, mas sim criatividade, confiança e fé – basta querer.

 

Por que não acredita?

 

O criador, primeiro aceita o que é.

Não vivendo em alusões ou ressentimentos.

Ele luta para ver além da neblina.

Ele está totalmente presente naquilo que é a sua realidade e o presente.

Ele é corajoso.

Ele chorou as suas dores.

Mas ele sabe que esse processo de dor e escuridão é essencial para conhecer.

 

É esta a chave da manifestação.

Conhecer.

Estar.

Acreditar.

Ser.

Fazer.

 

Mas para este processo acontecer é preciso abrandar.

O ritmo em que vivemos não se alinha com este processo. Temos que parar para sentir. Se quer mudar não pode continuar a mil. Tem que parar e sentir aquilo a que tem fugido.

***

Esta lua cheia pede conhecimento e fecho de ciclo.

Pede preparação para, novo ciclo.

É agora que pode começar o processo.

É este o seu sinal.

Joana Cristina Pinto

11
Mai21

Você é mesmo um empata? - reflexão

Joana Cristina Pinto

freedom-1886402_1920.jpg

Eu sei que o qie está escrito em baixo é controverso e muitos podem até sentir repulsa ao ler. Mas pense - se sente revolta que energia é que foi incomodada?

É tempo de romper com o molde e isso significa mexer com aquilo que achamos que é.

 

***

 

Cada vez mais se vê o uso do termo empata, mas o que é na verdade ser empata?

Segundo esta definição tradicional:

“Uma pessoa empata é capaz de perceber e ser afectado pela energia de outras pessoas, objectos, animais e ambientes, captando sentimentos, emoções e intenções alheias intuitivamente.

É um dom inato que não pode ser alterado. Pode causar sofrimento e até problemas de saúde caso o Empata não saiba lidar com a sua condição, mas que também pode ser fonte de felicidade quando usado para praticar o bem.”

Retirado de: https://www.empatas.com.br/sobre-os-empatas

 

Muitas outras definições poderiam ser colocadas aqui, mas todas andam a volta do mesmo – pessoa que é afectada pela energia dos outros e do seu ambiente – uma vítima das circunstâncias.

 

O empata é sempre retratado como uma energia de doente, o incapaz de levar uma vida dita “normal”, pois não pode estar em multidões, que é sempre afectado pelas energias e dores dos outros, não pode ver programas de conteúdo mais agressivo, não pode x ou y – a vítima.

 

Mas aquilo que o termo “empata” tenta definir não é um tipo de dom espiritual?

O dom de sentir? Pois é...

Em inglês é clairsentient  - sentir claramente.

Nota: não encontrei definição em português pelo que vou usar a em inglês.

 

Para lerem mais acedam a este link https://www.alittlesparkofjoy.com/clairsentience/

 

Mas de uma forma simples um clairsentient é alguém que tem o dom de sentir a energias das pessoas, ambientes, objectos e tudo mais. Essa pessoa tem o dom de sentir e saber.

Mas quais as características de um clairsentient:

  1. Sente a energia de um espaço
  2. Tem dificuldade em estar em espaços com muitas pessoas
  3. Tem profundas intuições sobre determinadas pessoas
  4. São altamente sensíveis a tudo o que o rodeia
  5. Filmes mais emocionais fazem com que chore facilmente
  6. Sente energia de espíritos
  7. Pessoas o classificam como muito sensível
  8. Sente fisicamente a dores e emoções dos outros
  9. Tem grandes e inexplicáveis mudanças de humor
  10. Pode ter dificuldade em ler as notícias
  11. Consegue rapidamente perceber o humor de uma pessoa ou espaço
  12. Nota mudanças de temperatura, pressão – sente a mudança no ar

 

Soa familiar?!

Sendo a mesma definição (tradicional) de empata, o que os distingue? –  a meu ver a vitimização.

 

A meu ver - e quero deixar isto claro, está é a minha opinião, minha, Joana Cristina Pinto, a que se atreve a colocar em causa o que lhe é dito e as definições que lhe são impostas – o empata nasce da vitimização e da falta de poder pessoal (ou pelo menos a definição que atualmente é usada para o descrever).

 

Mas, antes de avançar quero explorar outro factor que considero importante. 

Será que é empata?

Será que é clairsentient?

Ou será uma resposta traumática a eventos da infância?

 

Quantos foram classificados de empatas mas na verdade foram crianças abusadas / negligenciadas e que foram forçadas a desenvolver a capacidade de ler as pessoas e o ambiente como forma de antecipar problemas?

Quanto foram criados por pais / avós / tios / familiares / amigos emocionalmente abusivos e tóxicos e que se viram na necessidade de antecipar sentimentos ou emoções de forma a corrigir e evitar algo ou mesmo numa necessidade de ter validação?

 

Repito: quantos foram classificados como empatas nada mais são crianças que foram negligenciadas ou viveram num ambiente tóxico / narcisista?

Ser empata pode ser ter uma resposta ao trauma, pois foram abrigados a aprender a ler.

Nota: nem todos o serão. A questão que levanto é que tudo debaixo do guarda-sol "empata" não o é.

 

***

 

Além disso o termo empata é sempre visto como algo que lhe acontece - a vítima a quem todas estas coisas lhe acontecem. Isto tira poder. Até porque a maioria dos empatas estão em sofrimento ou em desequilíbrio.

E na verdade, a maioria tem um dom e isto deveria empoderar.

 

E não é a própria definição não os mantém assim? “Pois és assim e tens que ser assim”.

Isto pode ser visto nas definições usadas – “ é um dom que não pode ser alterado”, nada podem fazer contra logo tens que mudar rotinas, hobbies e tretas, vais sofrer sempre – e isto é das maiores inverdades que existem.

 

Atenção, estou a falar de energia, definições. Basta ver a forma como as coisas são escritas – “ é afectado”, “tem dor”, “fica desequilibrado”, “sofrimento”, "doença", .... Quando na verdade se deveria falar em “capacidade de sentir”, “dom”, “sabedoria”.

 

E até que ponto estas definições e estas diferenças de discurso afectam a forma como as pessoas se veem e como veem a sua espiritualidade / mediunidade?

 

Já pararam para pensar até que ponto foram influênciados ou moldados pelas definições que vós foram impostas?

Esta pergunta fica em aberto, sobretudo, para todos aqueles que gostam de colocar os outros em caixas com rótulos.

 

Mas a questão é:

É realmente um empata, a vítima?

É clairessentient?

Está a viver o mundo constamente em "survivel mode"?

O que é?

Em que caixinha se encaixa...

 

Joana Cristina Pinto

10
Mai21

Mensagem dos Guias Espirituais

Joana Cristina Pinto

20210510_111457[1].jpg

Hoje trago uma mensagem dos seus guias espirituais para a semana.

Escolha uma carta de 1 a 7 e logo a seguir pode consultar em baixo o resultado. 

***

Mensagem 1

20210510_111624[1].jpg

 

Mensagem 2

20210510_111631[1].jpg

 

Mensagem 3

20210510_111638[1].jpg

 

Mensagem 4

20210510_111647[1].jpg

 

Mensagem 5

20210510_111659[1].jpg

 

Mensagem 6

20210510_111712[1].jpg

 

Mensagem 7

20210510_111720[1].jpg

 

Feito com o apoio do "Oráculos dos seus Guias Espirituais" de Sofia Rito

Joana Cristina Pinto

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Links

  •  
  • Em destaque no SAPO Blogs
    pub