Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Joana Cristina Pinto

Joana Cristina Pinto

10
Nov20

2021 - A minha leitura do ano

Joana Cristina Pinto

2021.jpg

Energia do ano

5

O Papa

 

Energia secundária

2

O Julgamento

A Sacerdotisa

 

Co-regência do ano

3

O Mundo

A Imperatriz

 

2021 vai ser um ano de mudanças profundas principalmente a nível emocional e relacional. É tempo de repensar os afectos e a forma como vivemos aquilo que sentimos.

 

Vive as relações como quer ou limita-se a imitar aquilo que viu a sua família fazer?

A forma como vive os afectos fazem sentido para si?

As suas relações são satisfatórias?

É altura de ter coragem e responder a estas perguntas de forma crua e verdadeira.

Depois do ano de vivemos, e que trouxe todas as limitações que sabemos e ainda vivemos, é essencial que aprendamos a viver as emoções de forma diferente.

 

É preciso aprender a amar.

É preciso aprender a demonstrar amor.

É preciso aprender o que significa amor para si.

É preciso aprender o que significa amor para os outros.

É preciso aceitar a linguagem de amor dos outros.

É preciso aprender a demonstrar empatia.

É preciso aprender a olhar para o outro.

É preciso aprender a fazer algo pelo outro.

É preciso aprender a aceitar os outros como são e as suas escolhas.

 

Se em 2020 não aprendeu a olhar para o outro com a mesma doçura que olha para si 2021 vai obrigá-lo a abrir os olhos. E se não olha para si com doçura, amor, compreensão e total devoção algo está mal. Tem que começar por ai.

 

Será um ano onde as emoções tendem a estar ao rubro pelo que deve cuidar da sua saúde mental e emocional. Todo o tipo de desequilíbrios neste campo tendem a ficar evidenciados.

 

Será igualmente um ano onde pode fazer grandes e profundas mudanças na sua vida (e que tal finalmente se alinhar com aquilo que quer e aquilo que é a sua missão de vida?) pois momentos de grande inspiração, crescimento e abundância são de esperar.

Mas cuidado que inspiração sem acção de nada vale! Conte com muito trabalho e necessidade de muito empenho e dedicação em todas as áreas da sua vida. Nada virá de forma fácil ou grátis.

 

O que está disposto a dar (perder) para aquilo receber (ganhar) que quer?

 

Este é um ano que pede grande abertura do chakra da garganta e onde a comunicação deve ser trabalhada de forma construtiva e positiva. Fechar-se, retrair-se e não comunicar (ou mesmo fazer) não vai resolver nada, muito pelo contrário ainda lhe vai trazer mais problemas e bloqueios.

Nota: o tempo de viver é agora. A pandemia de pouco interessa quando o tempo passa e a vida se esgota! Para a semana tem menos 7 dias para viver... 

 

Se tem problemas na sua comunicação procure ajuda profissional.

Poderá ser chamado várias vezes durante o ano a expressar as suas emoções e necessidades, claro que o livre arbítrio irá sempre imperar e pode sempre se negar a fazer, mas a vida será mais meiga consigo se o fizer.

 

Não se engane, é tempo de crescimento e aprendizagem e se não fizer por aprender não vai crescer.

 

Comunicar não é dizer tudo o pensa de forma bruta ou sem pensar no outro e nos seus sentimentos – empatia e sensibilidade continuam a reger este ano. Ser frontal não é a mesma coisa que ter boas capacidades de comunicação, muitas vezes é só ser mal-educado e mal-formado. Aprenda a diferença e seja essa mesma diferença.

 

Aliás, empatia e sensibilidade vão reger esta década. Portanto quanto mais cedo aprender a lidar com essas energias mais rápido se livra destes pesos e constrangimentos.

 

Inove, crie e rompa com as velhas formas de fazer.

Isto incluí relações, trabalho, amor, religião, espiritualidade, ...

 

Acordar (espiritualmente) dói, eu sei, e ver a realidade ainda mais. Mas tenha a certeza que é aí que pode fazer as mudanças e não nas rezas, velas e rituais.

 

*************

 

Nos primeiros 4 meses conte com o recibo de tudo aquilo que fez. É tempo de prestar contas com a vida. Não espere grandes facilidades mas também não espere bloqueios.

Responsabilidade é necessária. Tudo o que correu menos bem ou onde foi menos positivo tenderá a voltar para si e criar-lhe algumas limitações. Não fuja nem tenha medo, encare de frente, reconheça os seus erros, aprenda e faça diferente. Simples.

Não compliquem o que é simples.

 

Estes meses tenderão a ser mais densos, pelo que deve cuidar muito bem da sua energia e daquilo que são os seus projectos. Lembre-se o que ninguém sabe ninguém estraga.

Deixe que o seu chakra do coração se abra e aceite a dor, a limitação, os constrangimentos, a perda, a falta, o medo.. aceite tudo. 

Aceite mas não se fique. Aceite, reconheça e aprenda mas logo a seguir limpe a casa.

Chore o que for preciso. É tempo de fechar ciclos do passado.

 

De Maio a Agosto a energia torna-se mais dura e vai pedir mais trabalho e dedicação. Diria mesmo que é a oportunidade de limpar a casa de todas as asneiras feitas anteriormente.

Atenção que a energia por si só não é má, simplesmente pede dedicação e trabalho. Não deve ter medo ou receio de fazer mudanças profundas na sua vida. É tempo de mudar a séria! Não faltará ajuda e orientação nestes meses a quem se predispuser a fazer o trabalho mas lembre-se que o trabalho tem que ser seu.

Se o fizer terá.

 

Repita as vezes necessárias:

Quando eu faço tenho.

Quando me dedico a mim floresço.

Somente eu tenho o poder de comandar a minha vida.

Eu Sou verdadeira(o), capaz e completa(o).

Eu amo-me e respeito-me.

Eu Sou a personificação da minha essência. 

 

Dedique-se a si, aos seus sonhos e desejos. Mas não se esqueça dos outros.

 

Nos últimos 4 meses do ano a energia tenderá a serenar, quase como em rescaldo de tudo o que foi vivido nos últimos meses.

Com isto não quero dizer que a energia vai estagnar ou mesmo nada vai acontecer. Não! Muito pelo contrário, grandes mudanças e inspirações podem ocorrer. Mas é tempo de se conectar com a fonte e com aquilo que é a sua essência.

 

Poderá sentir que nada faz sentido e que perdeu o pé ou caminho (e isto é especialmente válido para todas aquelas pessoas que se negam a crescer ou entram em resistência aquilo que é a vida). Se assim for, pare, respire fundo, enraíze e olhe a volta. Procure conhecer onde está e o que se está a passar. Depois mexa-se. Se não pode mudar aceite.

 

Lembre-se: não complique o que é simples e mexa-se.

 

É tempo de recuperar a fé e a confiança na vida.

Quando se resiste as mudanças é isso que acontece – a vida vem serena e maldosa e tira o tapete, pois pode ser que com a dor de bater com a cara no chão acorde e cumpra aquilo que é a sua vida.

 

O que é a vida para si?

O que é viver?

Para qual razão nasceu?

Qual o seu papel?

 

Aprenda de uma vez por todas e aceite que tudo é mutável e nada está seguro ou garantido. E está tudo bem assim.

O caminho não é a luta com a vida mas sim o fluir com ela. É o aceitar o que ela traz e usar isso em seu proveito.

 

*************

 

Este é (mais) um ano de aprendizado.

De dor e sofrimento.

De crescimento e celebração.

É preciso aceitar e reconhecer as feridas.

É preciso curar as feridas.

É preciso curar as feridas.

É preciso curar as feridas.

É preciso curar as feridas.

É preciso curar as feridas.

Este é um ano de grande potencial se tiver a coragem de o agarrar e seguir pelo caminho mais difícil – o da verdade e cura.

 

Sei que a maioria não o fará e mais uma vez irá se ficar a queixar do quão coitadinho e vitima é. Ficarão inertes na sua incapacidade, ou mesmo falta de vontade, de ver aquilo que é a verdade.

Não faça parte do rebanho e saia da carneirada.

É tempo.

 

Aqui, fora do rebanho, ainda somos poucos mas somos bons.

Valemos a pena.

Temos muito conhecimento para partilhar.

Eu estou aqui com essa missão – de traduzir o que é o caminho.

 

Joana Cristina Pinto

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Links

  •  
  • Em destaque no SAPO Blogs
    pub